Reflexão e Autocuidado

por Anaclaudia Ramos

Reflexão e Autocuidado

Hoje falaremos de dois temas super bacanas: reflexão e autocuidado.

Iniciamos com a reflexão, que nada mais é do que o diálogo interno, o pensamento e ideia que fazemos de nós mesmos e das coisas que acontecem, ou seja, pensar sobre. Sobre nós, sobre as pessoas ao nosso redor e o mundo como um todo.

 

E quando falamos sobre reflexão é muito importante lembrarmos que temos o habito de ver o que o outro não faz, como por exemplo, quando falamos: “Olha, fulano não passou álcool gel”.

É muito mais fácil achar o bode expiatório ao invés de olharmos para dentro. E o que isso significa?

Significa que elegemos alguém no mundo para desviarmos a atenção da nossa auto responsabilidade – que é a nossa capacidade de nos responsabilizarmos por nós mesmos – para apontar as falhas, as atitudes que não concordamos no outro.

 

 

Como falamos, olhar o defeito ou o erro em outro ser humano é mais fácil e cômodo mas nem sempre tal atitude é correta. Precisamos ter consciência sobre nossas atitudes, falas, comportamentos, entre outros  e entendermos que tudo o que fazemos reflete no mundo. 

E por isso, hoje vamos deixar um exercício de reflexão para você! Que tal parar 5 minutos do seu dia e refletir sobre seu papel no mundo? 

Sempre podemos ser melhores e para conseguirmos evoluir e desenvolver o autocuidado, precisamos de autorresponsabilidade. Vamos explicar melhor a seguir.

O autocuidado caminha junto com a autorresponsabilidade, já que tenho que ter consciência de que sou responsável pela minha manutenção, seja da saúde, higiene, educação, conhecimento, etc.

O autocuidado é a autopercepção do que está na minha mão para eu gerenciar.

Colocando na prática, vamos pensar sobre a atual situação que vivemos. A Covid-19, a corrida das vacinas, a velocidade com que as notícias surgem e entram na nossa casa e, diante disso, temos que entender que é importante sim ter informação, mas também é importante o autocuidado, a auto preservação de o quanto eu quero e preciso ficar ligada nisso. 

Entenda que, se você ficar fixado no problema, seu cérebro entenderá que é o que você quer mergulhar, assim, enquanto está olhando para este problema, terá sua percepção aferida. Da mesma forma que se ficar o tempo todo vendo noticias, ele entenderá que escolheu aquele lugar, que é aquilo que quero.

Um outro exemplo: A mulher decide: “quero engravidar”. Ela refletiu e decidiu isso, e quando ela fala, afere a percepção e partir de então só pensará nisso e só localizará no mundo coisas de neném e mulheres grávidas. 

E o erro está na interpretação que a mente faz disso, porque o cérebro mostra as coisas que você escolheu no mundo e a mente interpreta, que é quando a mulher fala “todo mundo engravida menos eu”. Tal pensamento gera ansiedade, que vai criar dificuldade para engravidar. O que é diferente de quando se fala “olha que bacana, todo mundo consegue, eu também vou conseguir, é uma questão de tempo”.

Veja como a reflexão e conhecer o cérebro é importante, e tudo isso é autocuidado! 

Então recapitulando, quando eu fico o tempo todo mergulhado em notícias da Covid-19, falando sobre esse assunto com todos, meu cérebro entende que eu escolhi olhar isso, e vai me trazer só esse tipo de informação e não estarei exercendo meu autocuidado.

Mas, entenda, não estamos incentivando a alienação, estamos apenas te ensinando a “contar” ao seu cérebro o que já está fazendo, que já faz a higiene das mãos, usa máscara, está se cuidando, e fazendo sua minha parte. Apenas tome cuidado com a quantidade de coisas que trará para sua mente.

E quando você pensa na quantidade de pessoas que está passando necessidade? 

Entra uma outra reflexão, com perguntas do tipo: “o que eu posso fazer com isso?”, “como eu posso ajudar as pessoas ao meu entorno?”, “o que eu tenho de sobra para poder ajudar?”.

O autocuidado não é só a preservação de si mesmo, mas também a preservação da minha mente diante dos problemas do mundo, porque se eu ficar imerso o tempo todo sobre o fato de ter muita gente desempregada, passando fome, estarei falando para meu cérebro que viver neste mundo é muito ruim, não existe lado bom.

E é por esse motivo também, que o índice de adoecimento emocional teve grande aumento, assim como o transtorno de pânico e de ansiedade, e inclusive ideações suicidas, justamente pelas pessoas muitas vezes não fazerem a gestão de autocuidado, de escolha do que leva a mente.

E novamente enfatizamos que não é uma alienação, temos que saber  sim o que acontece no mundo, mas não fazer uma imersão nisso, por que eu não tenho como resolver todos os problemas sociais.

O que é diferente por exemplo, quando tenho um problema na minha casa. Eu mergulho nele, e eu me faço a pergunta “o que eu posso fazer para resolver isso?” E ai eu consigo pensar em opções para solucionar, já que este é um problema do qual eu tenho controle e posso fazer algo para resolver.

Por isso o autocuidado está no que eu quero, e na quantidade que eu quero absorver do mundo, e sempre me contando se eu tenho a solução, o que está ao meu alcance para ajudar, para cuidar.

Autorresponsabilidade e autocuidado está justamente, nessa capacidade de me gerenciar emocionalmente.

Uma escolha de autocuidado é também decidir comportamento. Por exemplo, você pode fazer uma prática de higiene do sono, ao ir dormir, não fica com o celular na mão, já que a luz do celular fica fazendo meu cérebro ter reações, ao invés disso, você pode colocar uma música ou a TV ligada mas com algo que não precise pensar muito. Também pode rezar, já que tal prática é um tipo de mantra, meditação, coisas para fazer o cérebro relaxar, ou passar um creme, realizar a higiene bucal para ir dormir, tudo isso é autocuidado e autorresponsabilidade.

Essas pequenas atitudes diárias de autocuidado, no nosso mundo individual será excelente e automaticamente dará referência para o entorno fazer igual.

Entenda, se você melhora, se você se cuida, o mundo ao seu redor melhora junto com você. Tente praticar algumas das atitudes mencionadas no texto e depois nos conte o que mudou em sua vida! Temos certeza que as mudanças serão para melhor.